Projeto da unidade Floresta ensina famílias a manter alimentação saudável mesmo na correria diária

No corre-corre do dia a dia, manter uma alimentação saudável é tarefa difícil se ser cumprida, certo? Nada disso! O Ser Saudável, projeto do SEI Plus, do Colégio Batista Mineiro Unidade Floresta, tem mostrado que, mesmo na correria, é possível, sim, unir praticidade e saúde em um só prato. 

“O objetivo do Ser Saudável é capacitar a família participante a elaborar receitas saborosas, atrativas, saudáveis e rápidas, além de conscientizar sobre a importância da alimentação para a saúde. A intenção é buscar estratégias junto aos familiares para que eles possam manter hábitos saudáveis”, afirma a coordenadora do SEI Plus, Edi Moura.

Ao todo, a primeira fase do projeto contou com cinco encontros – todos com a orientação da nutricionista Mercedes Campolina. O impacto? Pais e filhos satisfeitos e com hábitos novos para serem levados por toda a vida, como confirmou a analista de sistemas, Luciana Moraes da Silva. Mãe da Beatriz, de 7 anos, e do Pedro, de 2 anos e 9 meses – ambos estudantes do colégio –, Luciana foi uma das participantes do programa. “Aprendemos receitas simples e fáceis de fazer no dia a dia de pessoas que, como eu, têm criança e possuem uma rotina apertada. Além disso, os alimentos sugeridos são acessíveis e aprimoram o paladar das crianças”, destaca.

Uma das receitas aprendidas por Luciana foi a do suco de inhame com maracujá, que surpreendeu a todos da família. “A gente pensou que o sabor não ficaria bom, mas todos [da minha casa] gostaram. A Beatriz, que é mais sensível com a questão dos alimentos, elogiou e o Pedro tomou um ‘tantão’. Até o meu marido tomou do suco e aprovou. O projeto ajuda a mudar os conceitos sobre alimentação de toda a família. Parabéns pela iniciativa!”, afirmou Luciana.

Além dos pais, as receitas também são saboreadas pelos filhos. “O pai ou a mãe grava um vídeo para o filho apresentando a receita ensinada durante a aula. Quando o estudante chega no colégio, mostramos o vídeo para ele. Depois, um vídeo também é gravado para os pais com o estudante provando o alimento preparado e dizendo se aprovou ou não a receita”, explica Edi. “Nesta primeira edição, uma criança do 3º ano ficou emocionada com o vídeo gravado pelo pai. Depois, ficamos sabendo que ela passou a se alimentar muito melhor”, conta a coordenadora.

As aulas do Ser Saudável são realizadas quinzenalmente para os pais dos estudantes da escola. Em agosto, serão abertas as inscrições para a segunda edição do projeto.

Tags: