7 DICAS PARA INCENTIVAR A CRIANÇA A SER MAIS INDEPENDENTE

Estimular uma criança a ser mais independente é um desafio enfrentado por muitos pais. Afinal, certas atitudes podem acabar prejudicando a ascensão dos pequenos.

Isso ocorre quando o anseio por proteger os filhos para que não se machuquem, por exemplo, acaba extrapolando. Impedir que os pequenos executem certas tarefas por não acreditar na capacidade ou por impaciência de aguardar o tempo deles pode ser outro empecilho.

Se você enfrenta dilemas como esses, confira as 7 dicas a seguir. Assim, incentive seu filho a ter mais independência em prol do desenvolvimento dele!

POR QUE INCENTIVAR A CRIANÇA A SER MAIS INDEPENDENTE?

Um dos significados de independência está relacionado à autonomia. E, ter autonomia é ter a capacidade de fazer ou administrar uma atividade sozinho.

A criança que é estimulada a ter autonomia tem o senso de proatividade despertado. Esse progresso faz com que ela tenha mais chances de se tornar um adulto emocionalmente mais maduro.

Assim, uma criança mais independente lidará melhor com as frustrações e com o poder de escolha. Além disso, será incentivada a uma pessoa mais perseverante, tolerante e corajosa, entre outras virtudes.

Outro benefício é que, ao incentivar a independência, você contribuirá para o desenvolvimento cognitivo do seu filho. Isso porque a criança poderá melhorar a capacidade de resolução de problemas e de raciocínio para planejar a execução de atividades, entre outros.

ENTÃO, NÃO PODEREI AJUDAR MEU FILHO?

Vale frisar que cabe aos pais identificar quando os filhos poderão realizar sozinhos cada atividade. Por isso, perceba a realidade e a fase em que está a criança e procure agir de acordo.

Se necessário, busque ajuda de especialistas para entender a fase que seu filho está vivendo para que, assim, contribua adequadamente para o processo de independência dele.

E lembre-se: dar independência e autonomia aos filhos não significa nunca ajudá-los. Incentivar a independência da criança é dar condições para o desenvolvimento dela. Então, ensine seu filho a desempenhar atividades que promovam a autonomia dele e o acompanhe nas execuções quando necessário.

COMO AJUDAR A CRIANÇA A SER MAIS INDEPENDENTE?

1. DELEGUE TAREFAS DO COTIDIANO

Vestir-se, tomar banho, escovar os dentes, alimentar-se, guardar os brinquedos, fazer o Para Casa. Essas são tarefas do dia a dia que, a depender da idade do seu filho, ele já pode executar sozinho. Dessa forma, você certamente contribuirá para o desenvolvimento saudável da independência dele.

2. OFEREÇA UM AMBIENTE ESCOLAR

Estímulos ao aspecto cognitivo, social, psicomotor… Tudo isso a criança pode desenvolver na escola, o que é benéfico para o progresso da autonomia.

Além de aprendizados relativos às disciplinas escolares, a própria interação com os coleguinhas é um incentivo. Isso porque os pequenos irão precisar encarar o desafio de interagir com pessoas diferentes e compartilhar espaços. É ainda um incentivo à independência da criança a hora do lanche e de ir ao banheiro, por exemplo.

Por isso, a dica é apresentar esse universo para criança o quanto antes. Afinal, são muitas oportunidades que o ambiente escolar pode proporcionar ao crescimento dela.

3. INCENTIVE AS DESCOBERTAS

A infância é uma fase de inúmeras descobertas. As crianças, geralmente, amam explorar novas coisas e situações. Brincar sozinhas, aprender um esporte ou a andar de bicicleta, experimentar comidas diferentes… Tudo isso pode ser supersaudável para seu filho.

Deixar que a criança descubra outras coisas por ela mesma também pode contribuir para o crescimento dela. Para isso, é interessante não superproteger os filhos, permitindo que tenham a iniciativa diante das próprias necessidades. Claro que os pais devem tomar cuidados para que os filhos não se machuquem gravemente, por exemplo. Mas algumas quedas leves acabam sendo inevitáveis no processo de aprender a andar ou se equilibrar para segurar algo.

Assim, além de contribuir para o desenvolvimento motor e cognitivo, as crianças ganham lições sobre limites e perigos. A coragem também acabará sendo desenvolvida, sendo essa mais uma forma de estimular a criança a ser mais independente.

4. DEIXE QUE SEU FILHO TOME DECISÕES E ESCOLHA

Até mesmo uma criança tem a capacidade de tomar certas decisões e fazer escolhas. Nesse sentido, uma dica é deixar que seu filho escolha qual roupa vestir, alguns objetos do material escolar e até mesmo o que comer em algumas situações.

Esse processo pode ser feito inicialmente em conjunto com os pais. Aos poucos, a criança ganhará autonomia para tomar decisões como essas. Para isso, avalie que tipo de escolhas seu filho já pode fazer no dia a dia.

5. ENSINE-O A LIDAR COM AS FRUSTRAÇÕES

Nem sempre ter tudo o que deseja é saudável para a criança. Por isso, dizer “não” para o filho pode ser um ato de amor e um passo em direção ao desenvolvimento dele.

Isso o ensinará a lidar com as frustrações, tornando-o emocionalmente mais forte. Portanto, ele ficará também mais preparado para alcançar independência.

6. ESTIMULE A COMUNICAÇÃO

Motivar a comunicação da criança é outra forma de ajudá-la a ser mais independente. Isso porque a comunicação, seja verbal ou não verbal, é essencial para que o ser humano interaja com o mundo que o cerca.

Essa dica vale para a criança que ainda está dando os primeiros passos para comunicar-se. Para ajudá-la, atitudes como manter o contato visual, falar devagar, corresponder às tentativas de comunicação pode ajudar nesse processo.

7. AJA COM AMOR E PACIÊNCIA

Interromper ou impedir o filho de fazer uma atividade pode prejudicar o desenvolvimento dele. Isso acontece, por exemplo, quando a pressa ou o desejo de perfeição dos pais em uma execução atropela a criança na realização da tarefa. Outro motivo é a vontade de fazer algo no lugar do filho para compensar ausências em casa.

Em todos os casos, lembre-se que deixar que a criança faça atividades sozinha em prol do desenvolvimento dela é uma atitude de amor e paciência! Então, incentive seu filho a posicionar-se e atuar diante das situações no dia a dia, combinado?!

Este artigo foi útil para entender como ajudar seu filho a ser mais independente e autônomo? Então, compartilhe com seus amigos nas redes sociais para que eles também possam ajudar seus filhos!

Tags: