8 VIRTUDES E VALORES ÉTICOS PARA ENSINAR AOS FILHOS

Quando o assunto é criação de filhos um dos maiores desafios dos pais é conseguir transmitir virtudes e valores éticos e morais. Afinal, desde crianças, eles estão sujeitos a receber ofertas de outras pessoas que estão em desacordo com os princípios ensinados pela família.

Então, para que se tornem cidadãos do bem, é essencial que os filhos tenham uma formação sólida voltada para o desenvolvimento do caráter e de habilidades socioemocionais. Assim, os pais contribuirão para que seus filhos se tornem pessoas com emoções equilibradas e que exercitam o bem para transformar o mundo em um lugar melhor para se viver.

Você quer também que seu filho seja uma pessoa que impacta positivamente a sociedade? Então continue lendo este post! Listamos 8 virtudes para você ensinar ao seu filho e, assim, contribuir para o desenvolvimento dele!

PARA OS PAIS

Para o sucesso do ensino de virtudes e valores éticos e morais aos filhos, é importante que os pais estejam atentos às três dicas a seguir.

  • Dê o exemplo

“O melhor ensino é o exemplo”. Essa frase é muito verdadeira, principalmente ao se tratar de criação de filhos. Afinal, se você quer ensinar algo para eles, precisa dar o primeiro passo. Os filhos estão atentos às atitudes dos pais e costumam replicá-las, seja de forma consciente ou inconsciente. Sendo assim, mostre na prática ao seu filho a importância de ter atitudes do bem.

  • Conheça a realidade do seu filho

Você deve conhecer bem o universo em que seu filho está em contato. Isso será importante para que você saiba quais valores e virtudes deve ensiná-lo conforme cada situação que ele estiver passando. Ao trazer o ensinamento para mais perto da realidade do seu filho, ele construirá mais facilmente um pensamento crítico e consciente em relação às atitudes que deve tomar.

  • Ensine desde cedo

É essencial repassar os ensinamentos sobre virtudes à criança desde os primeiros anos de vida. Quanto mais cedo ensiná-la, maior será a chance da criança se tornar um adulto firmado em princípios éticos e morais.

8 VALORES E VIRTUDES PARA ENSINAR AO SEU FILHO

Há muitos valores e virtudes que devem ser ensinados aos filhos. Hoje, selecionamos 8 deles que certamente farão toda a diferença na formação das crianças e dos adolescentes. Confira!

1. COMPAIXÃO

Exercer compaixão é uma forma também de exercer empatia. Isso porque a compaixão é quando conseguimos enxergar a dor ou dificuldade do outro do ponto de vista dele e agir para ajudá-lo. Por isso, a virtude da compaixão anda lado a lado com a habilidade de ser empático.

A compaixão também não mede esforços para tirar o outro da dor. Sendo assim, quem tem compaixão busca prestar atenção socorro ao outro em qualquer situação.

Você pode motivar essa virtude no seu filho até mesmo dentro de casa. Isso pode ser feito, por exemplo, incentivando seu filho a ajudar o irmão mais novo a se alimentar. Outra maneira é mostrando que ele pode consolar alguém que está triste, dando um abraço ou dizendo algo positivo.

2. DILIGÊNCIA

O diligente é aquele que não negligencia uma tarefa até que a mesma seja executada. Por isso, quem age com diligência é também uma pessoa persistente, isto é, que não descansa até cumprir seus objetivos e compromissos.

Sendo assim, uma boa maneira de desenvolver diligência nos filhos é incentivando-os que cumpram suas responsabilidades sem postergação. Assim, realizar o Para Casa da escola no prazo deve ser uma meta a ser cumprida. Arrumar os brinquedos logo após terminar de brincar é outra forma de praticar a virtude da diligência.

Além disso, diligência também está relacionada a movimento. Afinal, quando nos movemos sem delongas para fazer uma atividade, influenciamos positivamente para que aquilo seja resolvido rapidamente. Dessa forma, o diligente é uma pessoa prestativa, que se move, inclusive, para ajudar o outro em uma dificuldade. Então, outra forma de desenvolver diligência nos filhos é motivando-os a ajudar o próximo prontamente.

3. GENEROSIDADE

Dar e compartilhar. Essas são duas atitudes daquele que é generoso. Vale lembrar que o ato de dar ou compartilhar pode envolver tanto aquilo que é material quanto o que é imaterial. Conforme o Dicionário Online de Português, a pessoa generosa é capaz ainda de se sacrificar em benefício de outra pessoa. Assim, é alguém que age com bondade sem esperar nada em troca.

Para ajudar o seu filho a ser uma pessoa generosa, ensine-o a agir com liberalidade. Para isso, que tal estimulá-lo a doar aqueles brinquedos e roupas que ele já não usa mais? Incentive seu filho a também a compartilhar com outras crianças aquele objeto preferido. Assim, mostre-o que, ao ser generoso, todos podem ser beneficiados por meio da vida dele.

4. HONESTIDADE

Agir com honestidade é agir conforme os princípios éticos e morais. O honesto age com decência e sinceridade em qualquer situação. Ele sabe que a “verdade vence” – isto é, “Veritas Vincit” no latim, como diz o lema do Colégio Batista Mineiro. Por isso, ele fala e age com verdade e pureza.

E, certamente, você conseguirá ajudar o seu filho a agir com honestidade. Para isso, sempre busque saber se ele tem falado a verdade e tem tido atitudes éticas. Mostre a ele que falar uma “mentirinha” que seja não é uma atitude correta. Incentive sempre ações transparentes e puras. A honestidade é um valor importantíssimo para a formação de um cidadão do bem.

5. INTEGRIDADE

A pessoa íntegra pensa de modo correto e faz com que a sua ação corresponda verdadeiramente a sua forma de pensar. Isso porque exercer integridade é ser uma pessoa inteira, que se deixa conhecer por inteiro, sendo transparente e verdadeira.

A integridade está relacionada ainda a uma ação boa, pois trata-se de uma virtude de quem é honesto e incorruptível. Assim, o íntegro julga a realidade de forma imparcial, não agindo só a favor de si mesmo. Sendo assim, trata-se de alguém que volta sua ação na direção do outro.

No dia a dia, essa virtude também pode ser desenvolvida no seu filho. Isso pode ser feito, por exemplo, até mesmo durante brincadeiras e jogos em família. Aproveite essas situações para ensinar seu filho que, mais importante do que vencer, é competir de maneira honesta, mesmo que ele acabe perdendo a brincadeira.

6. LEALDADE

A lealdade trata da relação entre as pessoas. Por isso, o indivíduo que é leal busca cumprir seus compromissos com o outro. É alguém que cumpre as regras, as leis e, por isso, transmite confiança. Por isso, a lealdade é uma das virtudes buscada nas amizades. Afinal, um amigo leal é alguém para contar e confiar em qualquer circunstância. Sendo assim, a lealdade envolve vínculos e laços que não se rompem facilmente.

Quer desenvolver lealdade em seu filho? Seja um amigo leal dele, ensinando-o, assim, a exercer lealdade com o próximo também. Mostre-o a importância de ter compromisso com as pessoas. Estimule-o a ser uma pessoa de confiança nas relações sociais.

7. PERSEVERANÇA

Nem sempre uma ação será fácil de ser executada. Por isso, a virtude da perseverança é essencial para quem almeja concluir seus objetivos. Isso porque o perseverante é alguém que não desiste mesmo quando as circunstâncias não estão a favor. Assim, para ser perseverante é preciso ter também constância, isto é, continuar fazendo algo até que seja finalizado.

Então, estimular seu filho a ser perseverante é uma forma de ajudá-lo a dar valor a algo que ele almeja. Para isso, deixe que ele se posicione diante das coisas que ele deseja. Tenha cuidado para não entregar tudo de “mão beijada”. É claro que o incentivo dos pais é importante. Porém, é fundamental que os filhos se esforcem até para alcançar seus objetivos seja na vida pessoal, escolar ou profissional.

8. RESPEITO

Quem age com respeito olha para o outro com estima, isto é, com afeição. Isso porque, conforme o Dicionário Online de Português, o respeito é um “sentimento que leva alguém a tratar as outras pessoas com grande atenção” e “profunda consideração ou reverência”. Em outras palavras, ser respeitoso é tratar bem o próximo e buscar conviver fraternalmente.

Para desenvolver essa virtude em seu filho, mostre a ele a importância de tratar todas as pessoas de maneira honrosa e digna. Fale que tanto o coleguinha de classe quanto o professor devem ser bem tratados por ele em qualquer circunstância. Quando ele agir de forma desrespeitosa, motive-o a repensar em suas atitudes. Leve-o a refletir sobre qual seria a maneira mais adequada para agir naquela situação.

Quer saber mais como contribuir para o desenvolvimento de princípios éticos e morais do seu filho? Então, conheça o programa de educação socioemocional do Colégio Batista Mineiro!

Tags: