Meio ambiente: unidade Ouro Branco do Colégio Batista possui estações ecológicas

Com a proposta de conscientizar os estudantes e de promover ações em prol do meio ambiente, o Colégio Batista Mineiro possui uma série de atividades e projetos voltados para a educação ambiental e a sustentabilidade em suas unidades educacionais. Um deles é o projeto Estações de Conhecimento Vegetal, que há cerca de dois anos trabalha de forma teórica e prática conceitos da Botânica e da Ecologia com turmas desde o Maternal até o Ensino Médio do Colégio Batista de Ouro Branco. Em 2017, a iniciativa conquistou o 1º lugar na categoria “Folha” do Prêmio Gerdau Germinar.

Para o projeto, foram construídas estações ecológicas, representadas por quiosques, cada um com uma dimensão e uma funcionalidade, incluindo: fotossíntese, tropismo vegetal e produção de mudas. Nessa última “estação”, as turmas plantam diferentes sementes nos quiosques criados especialmente para o projeto dentro da escola. Em todas as estações, os estudantes têm a oportunidade de realizar experimentos que propiciam a interação positiva com o meio ambiente, o desenvolvimento do pensamento científico e a formação de um comprometimento na preservação ambiental.

Conscientização
Dessa forma, a ação tem promovido conscientização a respeito da existência dos vegetais e suas formas de interação com os fatores bióticos e abióticos, assim como o reconhecimento da possibilidade de intervir de forma positiva no meio ambiente, despertando nos estudantes um maior envolvimento e comprometimento com a preservação dos ecossistemas.

“As abordagens teóricas e práticas têm propiciado uma maior interação com a natureza e conscientização em relação à importância da preservação do meio ambiente. Esse ambiente tem contribuído para o processo de ensino-aprendizagem, oferendo vivências que têm favorecido o bem-estar e a formação integral dos estudantes do Colégio Batista”, afirma a coordenadora pedagógica Maria da Conceição Santana de Castro.

Tags: