Criar espaços que possibilitam o desenvolvimento integral dos estudantes faz parte do cumprimento da missão do Colégio Batista Mineiro. Em vista disso, no último dia 28 de setembro, a unidade Floresta sediou mais um evento promovido pelos próprios estudantes que fazem parte do grupo de Ciências Humanas: o “Café literário”. A iniciativa teve a presença do poeta Felipe Arco, que conversou com as turmas do 9º ano e do Ensino Médio sobre arte urbana.

Durante o evento, Felipe falou sobre a sua história de vida, a batalha que travou para conseguir se destacar como artista e a paixão pela escrita. Ele também contou o porquê da escolha de trabalhar com a arte urbana e motivar pessoas por meio dos seus poemas. Ao final, os estudantes fizeram perguntas sobre como Felipe encontrou sua vocação profissional, o processo de criação e outros temas.

Conforme a professora Mariah Cassete, além de trazer mais motivação e conhecimento sobre arte, essa foi uma oportunidade de crescimento pessoal para os estudantes, uma vez que eles foram os responsáveis pela execução do evento. “A ideia do projeto [grupo de Ciências Humanas] é promover espaços de aprendizagem, tornando os estudantes protagonistas da organização dos processos. Além disso, a iniciativa dá acesso a outros tipos de linguagens, que, às vezes, não são possíveis de serem trabalhadas dentro da sala. Trata-se de um projeto que enriquece muito a prática pedagógica”, afirma.

Tags: