Muito talento aliado a horas de estudos. Esses foram os “ingredientes” principais que levaram a estudante Clarissa Carvalho a ser aprovada no vestibular de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). A jovem foi preparada pela Escola Batista de Música (EBM), onde cursou o pré-vestibular de Música. Com a conquista, Clarissa estudará para se tornar bacharel em Violoncelo.

Essa foi a segunda tentativa da estudante para angariar a vaga no Ensino Superior. Da vez anterior, ela optou por estudar sozinha e não obteve pontuação suficiente na prova teórica do vestibular. “A prova prática teve 10 questões, e a teórica, seis. Eu ‘fechei’ as seis questões da prova teórica! Acredito que isso ajudou bastante a conseguir passar”, afirma.

Aprovada em primeiro lugar no curso de Bacharelado em Violoncelo da UEMG, Clarissa credita esta vitória aos ensinamentos adquiridos durante o pré-vestibular da EBM. “Durante as aulas, foi trabalhado muito a questão do ouvido, pois foram passadas também as questões de áudio cobradas no vestibular. Por isso, pude compreender o porquê determinada alternativa estava errada ou certa. As dúvidas também eram esclarecidas. A didática me ajudou muito a conseguir absorver o conteúdo”, destaca.

Grata surpresa

Apaixonada por violoncelo desde pequena, Clarissa adentrou o universo da música aos 12 anos de idade após ser selecionada para participar de um projeto social da Orquestra de Câmara Sesc. “Havia as opções de escolher tocar violino, viola de orquestra, contrabaixo e violoncelo. Por ser muito pequena, eles (do projeto social) queriam que eu começasse pelo violino, mas eu cismei de tocar violoncelo”, recorda.

Naquela época, ela não poderia imaginar que o gosto pelo instrumento era “de família”. “Quando eu cheguei em casa após esse primeiro dia do projeto social, contei para a minha mãe que iria começar a tocar violoncelo. Então ela tirou de cima do guarda-roupa uma coisa que eu não sabia o que era: um violoncelo! A minha mãe estudou violoncelo há muitos anos, na mesma época que iniciou a graduação de Belas Artes, e depois parou de tocar. Eu não sabia disso quando fiz a escolha pelo instrumento”, conta.

Até hoje, Clarissa usa esse mesmo violoncelo e pretende, futuramente, trabalhar em uma orquestra. “Meu foco principal é fazer parte da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Após a graduação, pretendo passar um tempo na Alemanha para fazer mestrado. Também quero dar aulas na área”, compartilha.

Matrículas abertas

O “Curso preparatório para vestibular de Música” é direcionado para estudantes que objetivam o ingresso em um curso de Música (licenciatura ou bacharelado) de uma universidade pública ou privada. O objetivo é preparar os candidatos de acordo com o conteúdo exigido nestes processos seletivos. Sob a direção do concertista nacional e internacional, Dr. Handel Cecilio, o corpo docente do curso é formado por professores com Bacharelado em Música e/ou mestrado e doutorado na área, que estão capacitados para ministrar tanto o conteúdo teórico quanto o prático.

As matrículas estão abertas. Mais informações pelo número de telefone: (31) 3526-7766.

Tags: