Escolas precisam formar cidadãos com visão para o futuro

O futuro já está entre nós – é o que podemos perceber com a chegada dos drones autônomos realizando entregas, dos carros sem motorista, da nanotecnologia, das criptomoedas e das transformações digitais aplicadas de forma crescente em diversos processos e negócios.

Uma criança que nasceu hoje terá apenas 31 anos no ano 2050, ou seja, estará no pleno exercício de sua profissão e liderando as organizações daquele contexto, que provavelmente serão muito diferentes de como são atualmente. E é esta realidade que deve ocupar hoje a mente dos pais e dos educadores, pois cabe a eles preparar esta nova geração para esse momento.

Nesse sentido, o desafio das escolas para acompanhar o ritmo das mudanças é enorme, uma vez que precisam prospectar cenários, atualizar currículos e capacitar fortemente a sua equipe docente, entre outras ações. Já se sabe que alguns conteúdos atuais terão pouca relevância no futuro, por isso as instituições de ensino mais atentas têm buscado investir sua energia em conhecer as competências a serem requeridas nos cenários futuros.

Correspondendo a essa realidade, o Colégio Batista Mineiro há anos coloca o seu foco na educação tendo em vista futuro. Por isso, vem reforçando o seu currículo, indo além das disciplinas tradicionais, ao dar ênfase, por exemplo, ao ensino da segunda língua, por meio do programa de educação bilíngue, e à tecnologia, ao ofertar aulas de robótica – metodologia essa em que se destaca como um dos pioneiros na implantação em Minas Gerais.

Além disso, temos buscado aplicar as transformações digitais em nossos processos educacionais, ao investir em plataformas adaptativas, aplicativos de apoio à aprendizagem, plataforma de comunicação com estudantes e famílias (Batista I.D.), wi-fi em todo ambiente pedagógico, entre outros sistemas e ferramentas. O objetivo é levar o estudante a aprender mais, e aprender o que é mais relevante para o seu preparo.

Sendo assim, a nossa escola tem ainda trabalhado para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais dos estudantes – visão essa alinhada à educação de ponta em todo o mundo, que se antecipa às demandas profissionais do futuro. E, ao inserir as habilidades socioemocionais como essência do nosso projeto pedagógico, estamos justamente aprimorando o processo de aprendizagem do estudante com base em suas individualidades e necessidades – tudo isso sobre o fundamento dos princípios e valores cristãos, o que chamamos de educação de verdade.

Assim, o Colégio Batista Mineiro segue atento aos novos cenários, nessa caminhada para o futuro, habilitado para ajudar as famílias no preparo de seus filhos para a vida. Estamos indo para o futuro. Vamos juntos?


Por prof. Valseni Braga

Diretor-geral da Rede Batista de Educação
Mestre em Administração (FPL), graduado em Engenharia Eletrônica (PUC Minas) e especialista nas áreas de Gestão Empresarial, Gestão de Pessoas, Psicanálise e Análise de Sistemas

Tags: