Escolas em Belo Horizonte: como escolher o colégio ideal para o seu filho?

Seja na hora de começar a estudar ou de mudar de escola, fazer a melhor escolha da escola entre as instituições de Belo Horizonte exige pesquisa para saber se o colégio tem o que os pais esperam que seja oferecido para a criança.

Essa escolha é muito importante. Afinal, existem muitas opções, e essa é uma decisão significativa na vida das crianças e dos adolescentes. É a partir disso que os estudantes conseguirão ter uma formação adequada tanto para o presente quanto para o futuro.

Existem muitas escolas e muitas linhas educacionais que promovem o aprendizado por meio de diferentes recursos e seguindo fontes distintas — o que dificulta um pouco o processo de seleção. Então, muitas pessoas têm dúvidas sobre como definir a melhor instituição para os filhos.

Pensando nisso, nós desenvolvemos este artigo. Nosso intuito aqui é ajudar você a escolher o melhor colégio para o seu filho entre as opções que temos em Belo Horizonte. Você está passando por isso? Então, continue a leitura!

Pesquise bastante

Parece óbvio, né? Mas o que faz algumas pessoas ficarem perdidas na hora de escolher a escola é justamente não conhecer bem as suas opções. Sendo assim, busque por todas as instituições em Belo Horizonte, principalmente por aquelas que sejam próximas do seu trabalho ou da sua casa, a fim de facilitar toda a logística.

Pode ser que você encontre a escola ideal logo de cara, mas geralmente o processo é lento. Então, por via das dúvidas, tome essa decisão depois de seguir as próximas dicas e pense bastante para evitar se enganar!

Veja as escolas que combinam com você e seu filho

Depois de pesquisar todas as escolas, separe aquelas que você acha que têm sintonia com o que você acredita e com a personalidade de seu filho. Veja quais compartilham os mesmos valores e as mesmas crenças que você quer passar para a criança, pois família e escola caminham juntos na formação dela.

Depois de achar aquelas que combinam mais com os seus valores, procure quais se enquadram com a personalidade de seu filho também. Afinal, se ele se for mais tradicional ou ligado à tecnologia, pode ser menos efetivo colocar em uma escola mais ligada às artes, por exemplo.

Faça uma tabela com as escolas em Belo Horizonte

Agora que você sabe quais escolas em Belo Horizonte têm os mesmos valores que você e quais combinam com o seu filho, monte uma tabela que compare esses colégios de acordo com algumas questões.

Assim, você verá qual escola vai ganhar mais e menos pontos em questões como proximidade de casa ou trabalho, profissionais preparados e ambiente colaborativo. Dessa forma, você vai conseguir tirar da sua lista todas aquelas escolas que tiverem menos pontos dentro de características que são essenciais.

Busque por avaliações online e offline

Agora, com a lista um pouco menor, é hora de investir um pouco do seu tempo conversando com as melhores pessoas que podem falar sobre uma instituição: os pais dos alunos matriculados.

Você pode entrar em sites famosos de avaliadores de produtos e serviços para ver o que as pessoas acham do local — e até como a escola lida com as críticas por lá. Porém, uma boa coisa a se fazer também é visitar as escolas nos horários de entrada e saída. Assim, você vai poder conversar com alguns pais que vão falar mais sobre o colégio e tirar algumas dúvidas. Converse sobre o que você considera mais crítico e veja se eles confirmam ou não o que você viu online.

Veja se a escola oferece mais que o básico

Depois de ter uma ideia melhor de cada uma das escolas em Belo Horizonte com informações vindas diretamente da fonte, chegou a hora de ver o que elas oferecem que vão além do básico — como as aulas da grade comum, a estrutura para aulas de educação física e a alimentação ofertada no local.

Se você valoriza investir em formas educacionais que darão melhores oportunidades para o seu filho no futuro, veja o que é ensinado na instituição além das matérias básicas. Bons exemplos disso são o ensino bilíngue, a escola de música, a valorização do esporte e as aulas de robótica.

Faça uma análise do sistema de ensino

Como você viu, é importante que a escola tenha diferenciais. Eles são importantes para a formação integral dos alunos, melhorando o interesse deles pelas disciplinas. Entretanto, isso não é tudo. Cada ferramenta disponível deve estar dentro de um projeto de ensino bem estruturado.

Isso significa que as inovações não devem estar soltas. Ao contrário, elas devem ser utilizadas para atingir um determinado objetivo. A robótica, por exemplo, deve ser vista como forma de melhorar o raciocínio lógico. Dessa forma, o estudante entenderá como é possível aplicar aspectos ligados à ciência e matemática na prática.

Observe os valores da escola

As crianças e os adolescentes conseguirão o melhor desempenho se o conteúdo ministrado também incluir valores importantes tanto neste momento quanto no futuro. Ou seja, a educação deve ser vista de maneira integral.

Ao ser educada a partir de valores importantes para a sociedade atual, a criança conseguirá entender quais são os problemas mais comuns na sociedade, tentando formular hipóteses para resolver as dificuldades. Dessa maneira, ela poderá agir com respeito e compaixão pela sociedade.

Observe a localização e a segurança

A facilidade de acesso à instituição também deve ser considerada. Quanto mais difícil chegar, maiores são as chances de atraso e estresse das crianças e dos adolescentes, uma vez que o tempo de deslocamento será maior. Além disso, confira se as instalações são seguras para os alunos. É dessa forma que eles poderão agir de maneira natural nas atividades lúdicas.

Veja se há atividades extracurriculares

As atividades extracurriculares são importantes na formação completa do aluno. Além de auxiliarem na prática de esportes e no desenvolvimento artístico, elas são maneiras efetivas de estimular a criatividade dos estudantes. Com isso, a tendência é que os alunos se tornem mais interessados nos conteúdos e na escola como um todo.

Verifique como é a rotina dos alunos

A rotina que a escola impõe aos alunos é algo que, muitas vezes, é negligenciado pelos pais. Esse fator pode fazer total diferença na maneira com que os estudantes aproveitam o tempo de estudos. Dentro da programação, eles precisam sentir que há tempo para realizar as atividades acadêmicas, bem como para se divertirem e aprenderem mais sobre valores.

Por outro lado, quando há o excesso ou a falta de alguns dos elementos acima, há chance de que o estudante não tenha uma formação completa, o que faz com que ele tenha problemas para se manter engajado. E não é isso que você deseja, não é mesmo?

Pense sobre o custo-benefício

Bom, até aqui você já deve ter diminuído bem o número de escolas. Então, chegou a hora de falar sobre algo mais prático: o preço.

Tenha em mente que uma escola que tem um investimento alto nem sempre será a melhor para a sua família — o que faz com que ela deixe de valer tanto assim. Por isso, é bom saber que existem instituições de destaque que mesmo assim não são as mais caras.

Observe como as outras famílias levam a vida

Dar uma observada nas famílias dos estudantes que frequentam as escolas também pode ser um ótimo termômetro se aquele é ou não um bom lugar para o seu filho. Isso porque, caso você não acompanhe os mesmos estilos dessa comunidade, é grande a chance de a criança se sentir deslocada em relação aos colegas.

Desse modo, tente colocar as instituições que correspondem ao seu estilo de vida como prioridade de escolha. Assim, o seu pequeno terá mais chances de se encontrar em um lugar que desperte o sentimento de pertencimento, fazendo amizades que consigam falar dos mesmos assuntos e visitar os mesmos lugares.

Leve o seu filho para conhecer o local

Depois de ver quais escolas saem do básico, é hora de levar o seu pequeno para conhecer aquelas que correspondem às expectativas da família. Agora é o momento em que sobram poucas escolas dentro de todos os parâmetros que citamos acima.

Essa é uma ótima forma de “bater o martelo”, porque, quando o seu filho fizer as visitas, vai ser fácil perceber qual ele prefere. Para isso, observe como ele olha o ambiente e como se sente com as pessoas que receberem vocês. Use isso como um termômetro para decidir em qual escola matricular a sua criança.

Depois de seguir essas dicas para escolher a melhor entre todas as escolas em Belo Horizonte, vai ficar mais fácil acertar na escolha. Então, não caia no erro de fazer escolhas sem pensar adequadamente ou considerar apenas o que os outdoors ou anúncios mostram das instituições. Vá você mesmo visitar o local e tirar as próprias conclusões. Procure pais de alunos para entender melhor sobre o funcionamento do colégio. Dessa maneira, a sua decisão será mais bem pensada e fundamentada.

Gostou do nosso artigo sobre como escolher o colégio ideal para o seu filho? Então, que tal conhecer um pouquinho mais do que o Colégio Batista Mineiro oferece? Entre em contato conosco! Vamos conversar!

Tags: