Escola Batista de Música comemora segundo aniversário com audição dos estudantes

Neste último dia 24 de agosto, um verdadeiro show de talento pôde ser visto durante a audição que selou a comemoração do segundo aniversário da Escola Batista de Música (EBM). Mais de 15 estudantes da escola apresentaram-se no evento, que foi realizado no Teatro Maddox.

Na abertura, o diretor da EBM, Dr. Handel Cecilio, agradeceu aos professores da escola pelo belo trabalho feito e parabenizou os estudantes pelo ótimo desempenho. Com o coração grato, o diretor lembrou que foram dois anos de muitas alegrias, sempre primando pela qualidade no ensino e na música produzida. “Rendemos graças a Deus por mais este ano de atividades pedagógicas e de performances musicais da Escola Batista de Música”, afirmou Dr. Handel.

Os estudantes do Coral Batista Kids foram os primeiros a se apresentar. Entre as canções entoadas estavam “Milagres são reais” (Soraya Moraes) e “Lugar secreto” (Gabriela Rocha). O Coro do Centenário também fez uma belíssima apresentação da música “Senhor, fazei-me um instrumento de tua paz” (Mary McDonald).
Já a classe de teclado presenteou o público com músicas como “Oh, Minas Gerais”. Os estudantes de piano, por sua vez, tocaram “Faded” (Alan Walker), e os de bateria, “Don’t Let Me Down” (The Beatles), entre outras. A turma de canto também agradou, ao apresentar canções como “Hey, Pai” (Isadora Pompeo e Marcela Tais) e “Over the Rainbow” (Harold Arlen e Yip Harburg).

A classe de violino emocionou com músicas como “Allegretto” (S. Suzuki) e “Minueto” (L. Boccherini). No violão, os estudantes tocaram “Amei te ver” (Thiago Iorc); e, na guitarra, “They Reminisce Over You” (Scott Paddock), entre outras.
A audição contou ainda com a apresentação de dois vídeos, sendo um sobre a música e o outro sobre o coro, mostrando como ambos trazem vários benefícios para ser humano.

Como destacou Dr. Handel, tratou-se de um momento muito agradável, no qual os familiares e convidados ficaram maravilhados com o desenvolvimento dos estudantes da Escola Batista de Música. Luciano Vasconcelos Trindade, pai da estudante Melissa Trindade, de 10 anos, foi um deles. “Achei sensacional. O professor de bateria, por exemplo, conseguiu extrair muito da Melissa. Quando ela se apresentou na bateria, me surpreendi. Foi um desenvolvimento muito grande para pouco tempo de aula”, destaca Luciano, ao elogiar toda a equipe de professores da EBM. “A qualificação dos professores também sempre me chamou muita atenção”, pontuou.

Tags: