Entenda o que são habilidades cognitivas e como desenvolvê-las na infância

É durante a infância que a criança começa a descobrir o mundo e a aperfeiçoar suas habilidades cognitivas. Estimular o desenvolvimento cognitivo infantil é uma tarefa que deve ser feita não apenas pela escola, mas também pelos pais. A participação da família tem um papel fundamental no desenvolvimento e aprendizado da criança. Mas, afinal o que são habilidades cognitivas?

Neste artigo, você vai entender o que é o desenvolvimento cognitivo e as diversas maneiras da família estimular a criança a aprimorar as habilidades motoras e intelectuais. Muitos estímulos podem ser trabalhados pelos pais de maneira lúdica e criativa. Desta forma, os pais contribuem para que o filho alcance um bom desempenho nas diversas áreas do conhecimento. Conheça as habilidades cognitivas trabalhadas na infância, e como ajudar o seu filho a desenvolver cada uma delas.

O que são habilidades cognitivas?

A cognição consiste na capacidade de processar informações com o intuito de perceber e compreender o mundo que nos rodeia, além de responder adequadamente aos estímulos recebidos. Nesse sentido, habilidades cognitivas têm a ver com conhecimento assimilado e compreendido pela criança. Para isso, é preciso oferecer os estímulos corretos para que o pequeno desenvolva essa capacidade.

Trabalhe a concentração

Uma habilidade bastante produtiva é a concentração, que ajuda a resistir a vários impulsos e dominar a atenção sobre um aspecto, mesmo havendo vários estímulos competindo pelo foco da criança. Sendo assim, para que pequeno tenha mais controle inibitório, é preciso treinar essa habilidade.

Assim, é importante que os pais estimulem a concentração do filho desde cedo de maneira divertida. Os jogos de memória, quebra-cabeça, jogo dos erros e xadrez são excelentes opções que melhoram a capacidade de concentração e atenção da criança. Outra proposta que estimula a concentração é a robótica. Essa atividade faz com que a criança precise prestar atenção na ordem de criação para que o robô possa funcionar.

Além disso, é importante que os pequenos tenham as horas de sono adequadas para a sua idade, bem como ter uma alimentação equilibrada.

Exercite a memória

 Exercitar a memória das crianças, além de ser muito importante para a aprendizagem, também pode ser divertido! Para isso, combine com seu filho de toda noite, antes de dormir, vocês conversarem e cada um contar como foi o seu dia, relembrando tudo o que aconteceu. Além de ser um bom exercício de memória, o momento funciona para viver de novo as boas emoções do dia e fortalecer o vínculo entre vocês!

Outro exercício da memória que pode ser feito juntos é: você coloca vários objetos em cima da mesa e pede para seu pequeno observá-los com atenção. Depois, retire todos os objetos da mesa e peça para que a criança se recorde de tudo que estava lá! Você também pode recolocar os objetos na mesa, deixando um ou dois de fora para que o pequeno tenha que descobrir qual objeto não está mais lá!

A memória está presente em todo o processo de aprendizado. Por isso, quem exercita as lembranças compreende melhor as coisas, os fatos e os acontecimentos.

Uma poesia, cantiga de roda, tarefas domésticas, jogos ou canção infantil são também ótimas opções para estimular a memória da criança.

Estimule a habilidade de escuta 

 Na infância, o cérebro ainda está se desenvolvendo, assim como a capacidade de concentração necessária para ouvir. Por isso, é importante os pais exercitarem a escuta com a criança para que ela tenha essa capacidade quando crescer.

Para isso, sugerimos a contação de histórias colaborativa. Nessa atividade seu filho precisa prestar atenção ao que está ouvindo, ou perderá sua chance de contribuir para o rumo da história.  É uma brincadeira que pode envolver toda a família. Funciona assim: uma pessoa começa a inventar uma história compartilhando as primeiras frases e em algum momento fala: “Próximo!”. Então, o próximo participante do grupo dá sequência a história de onde ela parou. Assim continua, até que todos tenham várias chances de aumentar a narrativa até chegar ao final. Além de incentivar a escuta e a concentração, é uma atividade muito divertida que estimula o faz de conta e renderá várias risadas!

Invista na criatividade

 A criatividade é a capacidade de inventar, construir, produzir algo inédito proveniente da busca por uma solução inovadora. Apesar de já existir um potencial criativo nas crianças é preciso estimular a criatividade. A família tem papel fundamental nesse processo e todos podem se beneficiar das estratégias para desenvolver essa importante habilidade.

Há muitas formas de estimular a criatividade das crianças dentro de casa. No entanto, sair dela abre um universo de possibilidades e proporciona novos recursos à criação. Alguns ambientes, particularmente, são um convite à imaginação.

Exponha os pequenos à natureza, à terra, às plantas, à areia, à água. Leve-os a um parque de diversões, a uma biblioteca pública, ao circo. Foi ao teatro com sua criança e ela não gostou do desfecho da peça? Que tal convidá-la a criar um novo final e encená-lo? Invista também em atividades de desenho e pintura, estimulando os pequenos a utilizar material escolar e recriar modelos.

Neste conteúdo, você aprendeu sobre as habilidades cognitivas, informações assimiladas e compreendidas pela criança. Além de conhecer as principais capacidades desenvolvidas durante a infância — como a concentração, a memória, o ouvir e a criatividade — que podem ser treinadas no seio familiar e na escola.

Gostou do nosso artigo sobre habilidades cognitivas e como desenvolvê-las na infância? Então, saiba mais sobre a importância dos pais e da escola no desenvolvimento cognitivo dos filhos.

Tags: