Pela primeira vez, o Colégio Batista Mineiro Unidade Uberlândia lança um CD infantil. Produção autoral, as letras das músicas foram escritas em conjunto pelos nossos artistas mirins! Isso mesmo: os estudantes do berçário ao 2º período ajudaram a compor as canções. O projeto, iniciado em 2017, teve agora como resultado a gravação de um álbum, que foi lançado durante a festa de encerramento do ano da escola, no dia 27 de novembro, no espaço Acrópole. Verdadeiros artistas, os pequeninos foram além das expectativas, impactando todo o público. O evento foi aberto às famílias dos estudantes.

Fruto de um livro cujos textos foram produzidos coletivamente pelos pequeninos, a iniciativa inédita buscou evidenciar o potencial de cada um deles. “O principal objetivo é valorizar a autoria da criança, e mostrar que ela é um sujeito ativo no processo de aprendizagem. As crianças também têm capacidade de criação, e isso poderá ser visto no álbum. Trata-se de um trabalho de alta qualidade”, afirma a coordenadora da Educação Infantil, Jesiane Oliveira.

Conforme Jesiane, essa foi ainda uma ação de educação integral, uma vez que proporcionou o desenvolvimento dos estudantes em múltiplas dimensões. “O projeto foi uma oportunidade para os estudantes colocarem em prática o que é ensinado na escola, como a realidade do Deus Criador e soberano sobre todas as coisas. Dessa forma, foram trabalhados tanto aspectos emocionais, uma vez que envolve relacionamento e trabalho em conjunto com vários indivíduos, quanto cognitivos, por envolver a criatividade, e espiritual, por reforçar a existência do Criador”, pontua.

O disco
Intitulado “Cantando a Criação”, o CD possui ao todo 12 faixas, sendo que cada turma foi responsável pela criação de uma canção. Do céu ao fundo do mar, passando pelo início da história da humanidade e pela importância dos animais, as letras narram como Deus, o Criador, formou o mundo.

Como destaca Jesiane, todas as crianças, que têm de 4 meses a 5 anos de idade, tiveram participação ativa no projeto. Os estudantes do berçário, por exemplo, contribuíram com a criação de sons. Houve também a mediação da professora de Música Sara Cardoso, que compôs as melodias, arranjos e coordenou o processo criativo no estúdio onde o CD foi gravado.

Tags: