Nesse domingo (1º), o Colégio Batista Mineiro realizou um culto de ação de graças na Primeira Igreja Batista de Belo Horizonte. O momento foi ainda mais especial, uma vez que esta igreja foi a primeira sede do colégio no ano de 1918, quando o casal de missionários batistas americanos, Otis e Ephigênia Maddox, iniciou a missão de educar e evangelizar com uma turma de 13 estudantes.

Tempo de agradecer a Deus pelos 100 anos completados pela escola em 2018, durante o culto, o coral da Rede Batista de Educação emocionando a todos ao ministrar o hino do colégio. Já o capelão geral da instituição, pastor Rubens Eduardo Cordeiro, trouxe uma mensagem com base no texto bíblico de Lamentações 3:21, que diz: “Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança”.

O culto foi ainda uma oportunidade para agradecer à Primeira Igreja Batista de Belo Horizonte pelo acolhimento do colégio nos seus primeiros dias de existência. Vários colaboradores que ajudaram a construir essa história também foram homenageados com uma medalha comemorativa ao Centenário da escola.

À frente da Rede Batista de Educação como Diretor-Geral há 10 anos, o professor Valseni Braga foi também homenageado pelas contribuições que tem dado à instituição. Durante o evento, o professor destacou que aceitou com alegria o convite de atuar na Rede Batista a partir do entendimento que estava seguindo uma direção dada por Deus. “Sou apenas servo. A Deus toda honra e toda a glória”, frisou.

Tags: