Coronavírus: como cuidar da saúde mental em casa

Medo, ansiedade, tristeza, estresse, agravamento de sintomas de depressão… Devido à pandemia do coronavírus, sintomas e sentimentos como esses podem ter surgido na vida de alguém da sua família. Como, então, mudar esse cenário e cuidar da saúde mental nesse momento difícil? Afinal, a Covid-19 traz incertezas a respeito do nosso futuro, o que pode acabar abalando nosso emocional.

A boa notícia é que há várias práticas que ajudam a manter a mente saudável e o melhor: podem ser feitas em casa. Quer saber quais são? Continue lendo nosso post com 6 dicas para manter a saúde mental em casa.

FAÇA ATIVIDADES FÍSICAS

Que comecem os exercícios! Sim, a primeira dica para cuidar da saúde mental é fazer atividades físicas regularmente. Já foi comprovado cientificamente que o exercício físico libera endorfina e serotonina, que são neurotransmissores que causam bem-estar e prazer. Não é à toa que são conhecidos também como hormônios da felicidade.

E formas de exercitar é que não faltam. Afinal, mesmo que você esteja em quarentena, é possível praticar vários exercícios em casa!

Para isso, uma dica é aproveitar os aplicativos em que são ensinados vários exercícios que podem ser feitos em casa. Então, que tal juntar toda a família para fazer atividades físicas?!

TENHA MOMENTOS DE LAZER

Provavelmente, você e sua família têm aquele hobby que dá para fazer em casa. E, certamente, há vários outros possíveis de serem incluídos na rotina.

Assistir filmes, ver um seriado, brincar entre família, ler livros, dançar, aprender a cozinhar um prato diferente, escutar músicas… Tudo isso são alternativas para deixar a rotina mais leve. Com certeza, você e sua família irão encontrar algo que gostam e podem fazer em casa.

O importante é ter sempre momentos de lazer e descontração. Boas doses de diversão farão bem à sua mente!

ISOLAMENTO? SÓ FISICAMENTE!

É um fato que agora precisamos passar muito mais tempo em casa devido à pandemia do coronavírus. Porém, isso não significa que teremos que nos isolar completamente das pessoas.

A distância física é necessária, mas o contato pode e deve ser mantido com outras pessoas. Isso porque o isolamento pode fragilizar o emocional, aumentando, por exemplo, a ansiedade, entre outros sintomas.

Sendo assim, aproveite a quarentena para colocar o papo em dia com os amigos e familiares. Para isso, use a tecnologia a seu favor. Faça ligações, videochamadas, troque mensagens de texto. Enfim, se mantenha conectado com outras pessoas, combinado?

ESTUDE E APRENDA ALGO NOVO

Além de estimular o cérebro, estudar ou aprender algo novo ajuda a ocupar a mente de forma saudável. Assim, você e sua família passarão menos tempo pensando nos efeitos da pandemia. Não que o tema não deva ser prioritário em nossas vidas. Contudo, é preciso não deixar que preocupações como essas tomem conta por completo da mente.

Por isso, ao contrário do que você possa imaginar, essa dica não vale apenas para nossos alunos. Claro que os filhos devem ser estimulados a manter em dia as atividades escolares nesse período de quarentena.

Isso porque, no retorno das aulas presenciais, será fundamental que o aluno esteja com os estudos em ordem. Assim, ele conseguirá acompanhar as disciplinas e concluir com êxito o ano letivo.

Porém, além disso, é importante incluir outros tipos de estudos na rotina. Nesse caso, vale fazer, por exemplo, um curso on-line. Na internet, é possível encontrar opções de cursos para quase todas as faixas etárias, desde crianças até idosos.

Contudo, vale também aprender a fazer algo novo. Quem sabe essa é hora de ensinar o seu filho aquela habilidade que você também aprendeu com seus pais?

EVITE PREOCUPAÇÕES EXCESSIVAS

Já falamos aqui que devemos ter cuidado para que as preocupações não tomem conta das nossas mentes. Por isso, acompanhar, por exemplo, constantemente as notícias sobre o coronavírus podem gerar danos em nossa saúde mental.

Munir-se das informações necessárias sobre o assunto é importante, uma vez que precisamos delas para nos prevenir e saber como agir. Porém, o consumo exagerado de notícias relacionadas à Covid-19 ou a qualquer outro tema preocupante pode causar ansiedade, medo ou acentuar sintomas da depressão, entre outros.

Sendo assim, uma forma de cuidar da saúde mental é evitar o consumo excessivo de informações que trazem preocupações.

Procure, então, manter diálogos leves, que deixam você e sua família tranquilos e, ao mesmo tempo, atualizados com o que ocorre no mundo. Ter equilíbrio é a palavra-chave aqui.

TENHA UMA ROTINA

Devido à quarentena, muitas pessoas mudaram completamente o ritmo de suas vidas. Contudo, é importante ter uma rotina que inclua horário de acordar, dormir, comer, estudar, tomar banho, ter lazer…

Isso contribuirá para que a mente funcione melhor. Isso porque a falta de organização pode causar uma sensação de desorientação ou ansiedade, por exemplo. Além disso, dessa forma, seu cérebro será treinado para lembrar-se das tarefas que precisam ser executadas, o que é um exercício para a mente.

Atenção: busque ajuda médica caso perceba o surgimento de sintomas de depressão ou outros que comprometam sua saúde mental ou de alguém da sua família.

Gostou do nosso post? Confira também nosso conteúdo sobre como identificar o estresse infantil!

 

Tags: