A preparação para o ENEM e outros vestibulares é um período delicado que envolve muita dedicação do estudante. Afinal, a prova é um desafio que avalia os conhecimentos adquiridos ao longo dos anos. Diante disso, você deve se perguntar: “Como ajudar meu filho a estudar?”

A sua preocupação também é a nossa. Saiba que, mesmo se estiver longe da data, é importante começar a se organizar logo, pois deixar as revisões para a última hora dificulta o aprendizado. Por isso, vamos falar sobre como auxiliar, mas sem fazer pressão!

Confira as principais dicas que selecionamos para você obter respostas para a pergunta: “como ajudar meu filho a estudar e a cumprir bem a missão de passar no vestibular?”. Confira!

Esteja presente e disposto a colaborar

Geralmente, o estudante foca tanto nos livros que esquece de cuidar da própria saúde. No entanto, é preciso manter a qualidade do sono, se alimentar adequadamente e, se possível, praticar algum tipo de atividade física para ganhar mais disposição e assimilar bem as informações.

Por isso, é fundamental oferecer refeições saudáveis, estimular o hábito de fazer atividades físicas (ao ar livre ou em academias) e estabelecer um horário de descanso. Além do mais, mantenha um diálogo honesto com o seu filho sobre as responsabilidades de um vestibulando.

Comente que, a partir de agora, é bom reduzir as saidinhas com os amigos, o tempo na TV e o uso de vídeo game. Essa abordagem é necessária para fortalecer o compromisso que está prestes a abraçar. Faça com que ele saiba que todas as pessoas que ingressam na universidade passam por isso.

Converse sobre as profissões

Muitas famílias pressionam o estudante a seguir uma determinada profissão. Acontece que não é legal, pois os filhos nem sempre têm a mesma vocação profissional que os pais. A consequência é a infelicidade por exercer uma função que não gosta. Sendo assim, evite impor um curso específico.

Faça melhor: observe as características do seu filho para tentar descobrir que atividade o faria mais feliz. Apresente opções, pergunte a opinião dele, converse com profissionais da área e, juntos, tirem todas as dúvidas sobre a carreira escolhida.

O diálogo é fundamental para a compreensão dos prós e contras de qualquer caminho a percorrer, sobretudo quando lidamos com jovens. Dessa forma, eles se sentem mais seguros em relação às decisões tomadas.

Ajude a estabelecer um cronograma de estudos

Passar horas debruçado em livros sem antes fazer um planejamento estratégico não é o melhor jeito de aprender, certo? Para contribuir ainda mais com o aprendizado do seu filho, ajude-o a desenvolver uma agenda de estudos.

O cronograma deve ser adaptado conforme a rotina do estudante. Por isso, verifique os compromissos fixos, como: dentista, psicólogo ou outros. Em seguida, encaixe o tempo de estudo em horários intercalados com pausas e lanches.

Por fim, depois de colocar as obrigações no calendário, é hora de organizar a forma de estudar. O primeiro passo é ver a quantidade de conteúdo de cada disciplina para distribuir as prioridades.

A dica é reservar mais tempo para as disciplinas consideradas mais difíceis, pois o processo de aprendizado é mais demorado. Outra prática recomendada é intercalar os assuntos para manter o cérebro mais ativo, já que é comum a atenção diminuir com tarefas muito longas.

Organize um cantinho confortável para estudar

Parece bobagem, mas o lugar escolhido para estudar faz toda diferença na qualidade do aprendizado. Nada de ler ou fazer exercícios cada dia em um lugar diferente. Peça para o seu filho deixar o sofá e a cama de lado e escolham um local fixo, como se fosse uma autêntica área de trabalho.

Reúna todos os materiais necessários: livros, apostilas, dicionário, caderno, bloquinho de anotações, canetas, lápis, borracha. É bom manter tudo pertinho para facilitar o acesso.

Outra contribuição que você pode dar é não exigir a participação do vestibulando em tarefas domésticas durante esse período. Assim, ele vai poder se concentrar melhor nos estudos e manter a produtividade em alta.

Verifique as provas anteriores, pratique a escrita, revise

Uma prova nunca é igual a outra, mas o método de cobrança é parecido. Por isso, faça o download de testes anteriores na internet. Esse material vai ser útil para ganhar mais familiaridade com o exame e conhecer as características das questões.

Como uma das exigências também é produção de texto, não deixe esse item de fora apenas porque o tema da redação é relevado só no dia. É preciso treinar a escrita para redigir um texto coerente, objetivo, argumentativo e livre de erros de ortografia.

Afinal, não adianta realizar uma prova objetiva impecável sem dominar a língua portuguesa na hora de expor as ideias, não é mesmo? Então, faça do português um verdadeiro treinamento intensivo e rigoroso.

Por fim, outras maneiras de ser bem-sucedido é fazer revisões ou elaborar resumos sobre o tema estudado. Esses métodos facilitam a retomada da matéria, já que existe o risco de decorar frases ou fórmulas prontas e esquecer o conteúdo.

Escolha uma boa instituição de ensino

Sabe qual o melhor jeito de reduzir todas as preocupações com a vida escolar do seu filho? Escolha uma instituição de ensino de qualidade. Lembre-se de que o sucesso não depende só dele ou de você, mas do material pedagógico utilizado, da capacitação dos profissionais, da estrutura da escola, entre outros fatores.

Sendo assim, o ideal é apostar em organizações que proporcionam um conhecimento relevante e contextualizado, preferencialmente em tempo integral. Quando o filho está distante, todo pai gosta de saber que ele aprende de verdade e, ao mesmo tempo, recebe ensinamentos sobre ética, cidadania, solidariedade etc.

Como ajudar meu filho a estudar para o vestibular? Esteja sempre presente na vida dele, converse sobre as características das profissões, ajude a estabelecer um cronograma de estudos, organize um cantinho confortável para ele se dedicar aos livros e apostilas. Além de tudo, incentive-o a pesquisar provas passadas, praticar a escrita e revisar o conteúdo incansavelmente.

Gostou do artigo? Que tal ficar por dentro de outras dicas importantes como essas? Curta a nossa página no Facebook ou siga-nos no Instagram para receber nossos materiais em seu feed de notícias!