Está na dúvida entre escolher entre berçário ou babá? Certamente não é uma decisão fácil de ser tomada, já que a opção do coração de cada uma é, com certeza, acompanhar de perto o desenvolvimento do seu filho.

Porém, sendo essa realidade está cada dia mais distante, já que nos dias atuais a maioria das mães trabalha. Sendo assim, esse dilema começa a preocupar durante a gestação e aumenta com a licença-maternidade.

Atuo como professora há alguns anos e já tive o privilégio de acompanhar a adaptação dos bebês e seus familiares, e sei que principalmente as mamães, sentem muito nesse processo, por se tratar de uma separação difícil ainda que seja por algumas horas.

Falo com tranquilidade que berçário é a melhor opção, visto que em casa ainda que a criança fique com uma babá de confiança, ela não receberá uma formação adequada, como a que é oferecida em uma instituição de ensino.

Berçário: um ambiente pensado para o desenvolvimento

Considerando que o ambiente é ideal com recursos apropriados para receber os pequenos, os profissionais são qualificados e capacitados para acompanhar o desenvolvimento global dos bebês oferecendo conhecimento e afetividade.

O planejamento é elaborado atendendo as normas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com atividades apropriadas e elaboradas nas diversas áreas do saber preparadas com ludicidade, visando também o desenvolvimento da autonomia e socialização.

É muito gratificante ver o desenvolvimento das crianças, que após o período de adaptação demonstram alegria ao chegarem na escola reconhecendo o ambiente, os colegas, professores, monitores e funcionários. E extremamente enriquecedor ver a satisfação dos familiares em afirmar que fizeram a melhor opção.

Merling Rodrigues
Educadora do Colégio Batista Mineiro

Tags: